APdeBASE
Base de Datos Bibliográfica "Dr. R. Horacio Etchegoyen"
Asociación Psiconalítica de Buenos Aires

Buscar
Nueva Búsqueda
Guardados
Ver Lista
Ayuda
Ayuda
Inicio
Inicio
Volver
Volver

Vista previa
Guardar
Guardar en carrito
[<] [>]
[Ver Comentarios]

Ficha Bibliográfica

Lowenkron, Aurea Maria
Pesquisa clínica na psicanálise: caminhos
En: Jornal de Psicanálise. -- Vol. 39, no. 71 (2006). -- Säo Paulo (BR) : Instituto de Psicanálise, [s.f.]. -- p. 171-188
O artigo se propõe a discutir as relações entre clínica e pesquisa psicanalítica, considerando seu objeto, método e objetivos. Propõe a contextualizaçäo de postulações contraditórias de Freud com respeito às relações entre clínica e pesquisa. Se ele afirma que o tratamento e a pesquisa coincidem, entäo o analista näo poderia ser neutro, no sentido de näo ter objetivos nem fazer na clínica um approach ateórico, exclusivamente empírico, no processo psicanalítico. Pelo contrário, o psicanalista näo pode ser neutro, porque é parte ativa na construçäo do campo, pois lhe cabe instaurar as condições metodológicas que permitem a análise, começando por enunciar para o paciente a regra fundamental da psicanálise e, por seu lado, mudar a posiçäo de atençäo voluntária pela de atençäo flutuante. Além disso, o psicanalista conduz o trabalho de acordo com o objetivo de investigaçäo do inconsciente e é norteado por premissas teóricas que seräo modificadas pelo que emerge da fala do paciente no campo transferencial. Na parte final do trabalho, é apresentado um exemplo de investigaçäo clínica em psicanálise sobre uma tentativa de suicídio na infância

1. PSICANALISE 2. PESQUISA PSICANALITICA 3. CLINICA PSICANALITICA

.


Volver
Volver
Imprimir
Imprimir
RSS
[RSS]
 [?]
Para contactarnos:
Lunes a Viernes de 9 a 17 hs.
Maure 1850 2do. piso, (C1426CUH) Buenos Aires - Argentina
Teléfonos: 4775-7867 o 4775-7985 interno 20
E-Mail: biblioteca@apdeba.org

Consultas realizadas: 
11964

Pérgamo Pérgamo® OPAC Web
©2012 WalySoft® Sistemas